;

Aposentadoria integral acabou para Servidor Público Federal

Presidente Dilma Rousseff sancionou lei que cria a Funpresp, fundação que pagará previdência complementar a servidores que quiserem aposentadoria maior que o teto de R$ 3,9 mil

Os atuais servidores também poderão optar pela permanência no regime de aposentadoria integral ou pelo regime de previdência complementar

Brasília – A presidenta Dilma Rousseff sancionou a lei que cria a Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal (Funpresp) para os servidores públicos da União. A norma está na edição da quarta-feira (2/5) do Diário Oficial da União. No texto, publicado em três páginas, há detalhes sobre o funcionamento do novo modelo, planos de saúde e a fiscalização da Funpresp. O estudo foi coordenado por um grupo de trabalho multiministerial.

A nova ordem vale a partir desta lei para os servidores que ingressarem no funcionalismo público, que não terão mais a garantia de aposentadoria integral. De acordo com a norma sancionada, os servidores públicos federais que têm salários até o teto da Previdência, hoje R$ 3.916,20, vão contribuir com 11%, e o governo com 22%. Sobre o valor que exceder esse limite, a União pagará até 8,5%.

A contribuição da União é paritária, o que significa que se o servidor pagar um percentual de 5%, a União pagará a mesma porcentagem. Ficam garantidos os valores das aposentadorias até o teto da Previdência. O servidor interessado em receber acima do teto do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) terá de pagar uma contribuição à parte, aderindo à Funpresp ou a fundo de pensão privado.

A nova regra não vale para os atuais servidores. A mudança só vale para os servidores nomeados a partir da sanção da lei. O texto da nova lei foi votado no Congresso no mês passado. O novo modelo é uma tentativa do governo para diminuir o déficit da Previdência Social.

O trabalhador que aderir à previdência complementar passará a pagar menos Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF). Inicialmente, a alíquota é 35%, maior que no regime tradicional, mas o imposto cai 5 pontos percentuais a cada dois anos de contribuição, até chegar a 10% a partir de dez anos de contribuição.

Os atuais servidores também poderão optar pela permanência no regime de aposentadoria integral ou pelo regime de previdência complementar. Para garantir o funcionamento da Funpresp, a União já garantiu aporte financeiro de R$ 100 milhões no Orçamento de 2012.

(Renata Giraldi, Repórter da Agência Brasil)

INDIQUE ESSA MATÉRIA !!!

COMENTE ESTA NOTÍCIA. PARTICIPE, OPINE!


+ 1 = cinco

Leia mais...

Chico Brito e vereadores são diplomados na câmara municipal
Chico Brito e vereadores são diplomados na câmara municipal

Para o prefeito reeleito, a diplomação confirma o processo eleitoral que sagrou sua gestão como progressista e bem [Read More]

Teatro Popular Solano Trindade faz evento pelo mês da Consciência Negra
Teatro Popular Solano Trindade faz evento pelo mês da Consciência Negra

O evento que acontece na sede do Teatro, em Embu das Artes, em 30/11, será em homenagem à padroeira dos músicos [Read More]

Ministra da Cultura pede apoio a deputados para obter mais recursos
Ministra da Cultura pede apoio a deputados para obter mais recursos

Segundo ela, as emendas parlamentares são essenciais para viabilizar políticas para a Cultura [Read More]

TV Brasil e Rádio Nacional da Amazônia ganham Prêmio Vladimir Herzog
TV Brasil e Rádio Nacional da Amazônia ganham Prêmio Vladimir Herzog

São Paulo – A TV Brasil e a Rádio Nacional da Amazônia, veículos da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) [Read More]

“Quero andar com o plano de governo do Fernando de baixo do braço”
“Quero andar com o plano de governo do Fernando de baixo do braço”

Segundo mais votado em Taboão da Serra, Luiz Alberto Fratini, mais conhecido como Lune, diz que não fará oposição [Read More]

Tenha o FATO EXPRESSO em seu email.

Digite seu endereço de e-mail:

Feito por FeedBurner

TRANSLATE